The Road Not Taken


 

Para este projecto procurei essencialmente espaços de circulação e movimento, de passagem. Trechos de estrada sem “paragem” que perderam a sua finalidade ou propósito e que permanecem sem passado nem futuro.

Observa-se um conjunto de paisagens marcadas pelo alcatrão, pela acumulação de materiais cinzentos, pelo desordenamento de um território em conflito com a natureza.

A estrada é como uma fenda e mostra uma realidade aparentemente banal, mas que nada tem de confortante, numa sociedade que perde gradualmente as suas características distintivas.